Craft Distillers Push para Vendas Diretas ao Consumidor

2024 | Atrás Do Bar

Descubra O Seu Número De Anjo

Bebidas

Ilustração de bebidas





O pivô alimentado pela pandemia da indústria de destilação para desinfetante para as mãos pode fazer muito para conter as perdas. Várias das destilarias artesanais menores do país estão afundando. O duplo golpe contínuo de fechamentos de salas de degustação e cancelamentos de turnês de destilaria continua a sangrar a receita em todo o país, obrigando o Conselho de bebidas destiladas dos Estados Unidos (DISCUS) para projete uma perda de 41% nas vendas da indústria. Traduzido em dólares, isso resulta em perdas de cerca de US $ 700 milhões.

Esses números são obviamente desanimadores. No entanto, eles podem ser ainda piores se não for pela implantação de leis de remessa temporária de destilaria direta ao consumidor (DTC) inspiradas na pandemia em oito estados, incluindo Califórnia, Oregon, Pensilvânia, Virgínia e Washington. Esta permissão fragmentada para destilarias venderem e enviarem bebidas alcoólicas diretamente de suas instalações para os clientes funcionou como um aumento de receita, que cauterizou ligeiramente a ferida econômica para alguns pequenos estabelecimentos artesanais. Ele também lançou as bases para um impulso mais pronunciado em direção a uma expansão nacional do conceito cuidadosamente coordenada, o que poderia ajudar as marcas menores a se recuperar após a pandemia de COVID-19.





Simplificando a Solução

Becky Harris sabe que o DTC pode funcionar. O fundador de Catoctin Creek A destilaria em Purcellville, Virgínia, viu um forte aumento nas vendas poucos dias após a implementação de seu estado de leis de remessa DTC temporária em 6 de abril, e as vendas têm rotineiramente ultrapassado os números pré-pandêmicos semanalmente.

É sabido que Harris se candidatou em sua função simultânea como presidente do American Craft Spirits Association (ASCA), já que ela liderou a acusação de legislação de senso comum DTC a ser aprovada em cada estado. A missão envolve a criação de uma legislação modelo de âmbito nacional que pode ser adaptada para atender às preocupações específicas do estado, como o sistema de três níveis e Leis ABC em relação ao transporte de bebidas alcoólicas através das fronteiras estaduais.



Também exige clareza ao conceito, o que não é uma tarefa fácil. A linguagem nem sempre é clara quando se trata de leis DTC existentes, diz Harris. Existem muitas áreas cinzentas a serem consideradas.

Este é um grande eufemismo. Tentar extrapolar o entendimento jurídico preciso de cerca de meia dúzia de estados que mantinham leis de remessa de bebidas destiladas DTC pré-pandêmicas é uma tarefa complexa. Os mandatos emitidos em estados como Arizona e Nebraska foram sobrecarregados com restrições tão rígidas e detalhes legais bizantinos que eles desencorajaram organicamente a maioria dos destiladores de tentarem. Em 2018, o Kentucky aprovou uma lei estadual aprovando o DTC no estado, mas ele permaneceu no limbo até o início deste ano, enquanto o estado discutia sobre como regular o processo.



Em alguns casos, a falta de clareza impede que as leis sejam formadas em primeiro lugar. O Texas, um dos mais de 30 estados que proíbem o transporte DTC de bebidas alcoólicas, atualmente assume a posição de que o transporte DTC é ilegal para destilarias porque nada foi escrito para aceitar ou proibir a prática. Resta muito trabalho a ser feito para eliminar tanta neblina.

Felizmente, a ASCA não está sozinha em seus esforços. Com a sobrevivência em risco, muitas destilarias artesanais têm se esforçado cada vez mais para fazer com que suas vozes sejam ouvidas. Esse é particularmente o caso de gravadoras novas na cena, que estão lutando arduamente por reconhecimento em um momento em que é difícil forjar conexões com os clientes.

Uma coisa que as startups aprenderam é que, se não se envolverem com a regulamentação do governo rapidamente, o governo vai se envolver em seus negócios, diz Mark Shilling, sócio de uma empresa de marketing Consultoria Big Thirst e o fundador de Espíritos da Revolução , um pequeno destilador artesanal, ambos com sede em Austin, Texas. Essa é uma lição importante para entender, especialmente em um momento em que as destilarias no Texas estão perdendo de 35% a 40% de sua receita.

Desafios substanciais

Harris e Shilling são rápidos em apontar vários benefícios para um modelo DTC funcional livre de ambigüidade: ele constrói a base de clientes de uma destilaria. Isso aumenta a fidelidade à marca. Os turistas ficam felizes em saber que podem receber o excelente destilado local que acabaram de descobrir enviado diretamente para suas casas.

No entanto, alguns obstáculos obstruem o caminho para essas vantagens. Algumas pessoas na indústria expressaram alguma cautela sobre o potencial de contornar o problema de longa data da DTC práticas em relação aos distribuidores e varejistas.

Há muito interesse entrincheirado em proteger o sistema de três camadas, diz Paul Hletko, o fundador da POUCOS Espíritos em Evansville, Illinois. O relacionamento entre o cliente e o varejista pode ter muitas nuances. Direto ao consumidor é ótimo, mas é importante ter em mente que muitas pessoas confiam em suas lojas de bebidas favoritas para descobrir novas marcas.

Outras preocupações vão além das leis atuais ou agências mesquinhas. Harris reconhece que várias destilarias lutaram com os desafios de logística e cadeia de suprimentos por meses depois de obter o sinal verde para enviar diretamente. Ela também nutre preocupações constantes sobre destilarias em estados sem acordos DTC que enviam ilegalmente seus produtos e os danos que suas ações poderiam causar o movimento.

Ainda assim, esses não são obstáculos significativos o suficiente para impedir o impulso em direção ao envio direto. Não estamos preocupados com a perfeição neste momento, diz Harris. Nós apenas queremos que as coisas aconteçam.

A saúde e, possivelmente, até a sobrevivência de muitas marcas menores pode depender disso.

Vídeo em destaque consulte Mais informação