Poseidon, deus grego do mar - mitologia, simbolismo e fatos

2022 | Simbolismo

A mitologia grega pertence a uma das maiores religiões ou tradições que já existiram. Os gregos antigos tinham uma maneira especial de celebrar suas divindades e mostrar seu afeto por elas.

A mitologia grega representa uma combinação de várias histórias, mitos e lendas sobre heróis, feras e belas mulheres. Essas histórias estão todas interligadas e conectadas em um magnífico pedaço da história. A mitologia grega pertence a uma das mitologias mais conhecidas em todo o mundo. A razão pela qual ele se destacou é porque os gregos tinham uma quantidade enorme de histórias, tão escritas que não poderiam ter sido negligenciadas.



As divindades gregas foram formadas como uma hierarquia, o que significa que havia ou havia um deus supremo que governava o resto deles, mas também havia divindades para quase todos os segmentos da vida humana. Nos tempos antigos, quando as pessoas não tinham a oportunidade de explicar os eventos que aconteciam ao seu redor, a única solução lógica era que esses eventos foram criados por algum tipo de força superior.



Essas forças superiores eram divindades que governavam os humanos e que eram seus imperadores supremos. Os humanos estavam com medo, mas ao mesmo tempo mostraram uma grande quantidade de amor e apreço pelos deuses que tinham a capacidade de enviar a graça ou a condenação eterna.

Ao contrário de outras religiões e tradições que são comuns hoje, a mitologia grega estava cheia de eventos violentos e até mesmo de matança pelos próprios deuses. Eles eram todos moldados em forma de seres humanos e tinham as mesmas fraquezas dos humanos. Esta é uma das razões pelas quais as pessoas gostavam de ouvir histórias sobre deuses gregos, uma vez que eles não eram tão diferentes de nós em caráter. Era muito mais fácil se relacionar com os deuses gregos porque todos eles sentiam ganância, ciúme, raiva e todas as outras emoções negativas.



No texto de hoje, estaremos falando sobre Poseidon. Ele era o deus grego do mar e dos terremotos e na mitologia grega esse personagem tem uma importância muito grande. Seu significado é muito grande porque os gregos e as pessoas em geral, naquela época, dependiam muito do mar para viajar e se alimentar. Garantir que Poseidon fosse feliz era o objetivo principal dos gregos e eles garantiam que sua vontade fosse cumprida. Então, se você sempre quis saber mais sobre Poseidon e seu significado simbólico, esta é sua oportunidade.

Mitologia

Poseidon era o deus grego do mar e dos terremotos. Como mencionei antes, o mar e as viagens através do mar, bem como a pesca, eram muito importantes para os gregos. Eles viviam dos frutos do mar e a única maneira de viajar longas distâncias era por mar. Poseidon era filho de Rhea e Cronus. Seu irmão era Zeus e ele era um dos doze olímpicos. Na mitologia grega, Poseidon ocupa um lugar muito importante e sua personalidade era algo que os gregos certamente se lembravam.

De acordo com a maioria das lendas e mitos, Poseidon era um deus muito mal-humorado que não tinha muita paciência para erros e erros humanos. As pessoas o temiam e o consideravam uma das divindades mais perigosas que já existiram. Sua reputação era definitivamente algo questionável e sua ganância era muito óbvia para os humanos. Os pais de Poseidon eram Rhea, que era a deusa da Terra e seu pai Cronos governou ao longo do tempo.



Segundo a mitologia, seu pai Cronos temia que o tempo passasse e que um de seus filhos pudesse sucedê-lo em seu trono, então ele decidiu comer seus filhos e assim impedi-los de ter sucesso nisso. Uma lenda diz que Zeus foi o único filho que foi escondido por Rhea e levado para a segurança de seu pai. Outras lendas sugerem que Poseidon tinha a mesma fé, enquanto outros irmãos e irmãs dele e de Zeus foram comidos por seu pai. Esta lenda diz que Poseidon foi escondido entre as ovelhas e assim salvo de seu pai.

Antes dos deuses que governavam do monte do Olimpo, havia Titãs que eram uma das divindades originais. Depois que os Titãs foram derrotados em uma grande batalha pelos deuses do Olimpo, três irmãos Zeus, Poseidon e Hades dividiram a Terra em três partes e cada um governou sua própria região. Zeus governou sobre a terra, Hades governou sobre o submundo ou inferno e Poseidon governou sobre o mar e a água. Todas as lendas sugerem que Poseidon era o deus do mar, da água, do terremoto e até dos cavalos.

Uma vez que Poseidon governava os mares e oceanos, os marinheiros o adoravam mais de todas as divindades e contavam com sua ajuda durante seus tempos no mar. A pesca à vela naquela época era crucial, o que significa que Poseidon pertencia a uma dessas divindades tão importantes.

Outra habilidade que Poseidon tinha, além de governar o poder da água, era causar terremotos e trazer destruição para a terra sempre que quisesse. Ele também era chamado de deus da fertilidade, embora esse título não fosse algo pelo qual ele fosse familiar. Os mitos também dizem que Poseidon tinha um enorme palácio no fundo do oceano decorado com pedras preciosas, conchas do mar e corais, mas como ele raramente passava algum tempo lá, era mais frequentemente pintado no topo do Monte Olimpo.

Uma das lutas mais famosas foi a luta entre Atenas e Poseidon pelo domínio de Atenas. A cidade de Atenas precisava de seu patrono e Poseidon desejava que fosse ele. nessa luta épica, Poseidon decidiu presentear os atenienses com um mar salgado e uma fonte, enquanto a deusa Atenas lhes oferecia uma oliveira. Os atenienses escolhem o presente da deusa e a declaram como patrona da cidade de Atenas. Após sua perda, Poseidon ficou furioso e decidiu enviar uma grande enchente para destruir todas as plantações e inundar completamente o solo de Atenas.

Poseidon também estava ligado à Guerra de Tróia. De acordo com uma lenda, Apolo e Poseidon deixaram Zeus muito zangado por causa de uma rebelião da qual eles faziam parte e que era comandada por Hera, que era sua esposa. Zeus pegou seus poderes divinos e os fez servir ao rei de Tróia como punição. Enquanto serviam ao rei, eles construíram um enorme muro ao redor de Tróia. O rei prometeu a eles uma grande recompensa por seu trabalho, mas depois que eles terminaram o trabalho ele não queria cumprir sua promessa de se vingar do rei, Poseidon decidiu enviar um monstro de abraço para destruir Tróia e esse monstro foi mais tarde derrotado por o herói Hércules.

Poseidon teve muitos relacionamentos românticos com ambos os sexos e suas amantes tiveram muitos filhos com ele. Uma de suas consortes mais famosas foi a ninfa Anfitrite, que era a deusa do mar e também filha de Nereu. Junto com Anfitrite, Poseidon teve um filho chamado Tritão e ele era um tritão. Poseidon, de acordo com as lendas, teve muitos filhos que mais tarde se tornaram figuras muito importantes na mitologia grega. Ele teve relacionamentos com humanos, como com uma mulher Tyro e muitos mais. Uma história interessante fala sobre Poseidon estuprando Caeneus e transformando-a em um homem ou, para ser exato, em um guerreiro. Seus amantes masculinos eram Patroclus, Peolps e Nerites.

Simbolismo

Poseidon pertence a um dos deuses mais notórios da mitologia grega. As pessoas tinham medo dele, mas ao mesmo tempo precisavam de sua ajuda e proteção. Poseidon era o deus do mar e ele também tinha a habilidade de acertar seu tridente no chão e causar terremotos. Ele era um dos deuses originais do Olimpo e seu irmão era o supremo deus grego Zeus. Os pais de Poseidon eram Cronos e Reia, e ele sobreviveu ao ataque de seu pai porque sua mãe conseguiu escondê-lo de Cronos.

Poseidon era uma das divindades gregas que tinha seguidores de um culto e muitos achados de pedra e placas com seu nome foram encontrados em toda a Grécia. O culto que se seguia geralmente incluía marinheiros e famílias de marinheiros que tinham que embarcar em longas viagens e navegar em mares perigosos. Poseidon tinha a habilidade de matar todos eles simplesmente causando uma tempestade no mar ou invocando as criaturas do mar.

O significado simbólico de Poseidon ainda é relevante e muito importante. Seu nome é frequentemente associado a coisas que têm a ver com mar e oceanos, e existem muitas obras de arte feitas em sua homenagem. Na arte e na literatura, Poseidon geralmente era pintado nu ou coberto com um pano na parte inferior do corpo, ou andando em sua carruagem. A carruagem de Poseidon era puxada por cavalos e muitos associavam Poseidon a cavalos também. Na verdade, seu nome em grego significa marido, e é por isso que muitos o associavam à fertilidade ou o chamavam de deus da fertilidade. Seus muitos amantes, homens e mulheres, são exemplos perfeitos dessa representação simbólica.

Fatos

Poseidon era filho de Reia e do deus Cronos. Ele era um dos deuses olímpicos originais que governavam o Monte Olimpo e seus poderes eram grandes. Poseidon tinha um tridente mágico que lhe permitiu usar seus poderes com mais eficiência e convocar seus monstros do mar. De acordo com um mito, Poseidon usou seu tridente para atingir o solo e fazer florescer a primavera em Atenas, a fim de vencer a luta contra Atenas. Suas tentativas de governar Atenas e se tornar seu patrono falharam, mas seus poderes certamente não diminuíram depois disso.

A maioria de seus poderes eram semelhantes aos poderes de Zeus e ele tinha um grande domínio sobre as mulheres. Ele teve muitos filhos com vários amantes, que eram homens e mulheres. Alguns de seus filhos cresceram e se tornaram figuras importantes na mitologia grega e um deles foi Teseu, de acordo com antigos mitos. Poseidon foi uma das divindades que ajudou Zeus durante a Guerra de Tróia, mas depois de um tempo foi convidado a deixar o campo de batalha e não mais ajudá-lo.

Ele também teve um desentendimento com Odisseu, que é na verdade uma das histórias da trama da Odisséia. Uma das histórias mais horríveis sobre Poseidon é a que inclui sua irmã Demeter. De acordo com a lenda, ela recusou seus avanços, mas ele não desistiu. Ela então se transformou em uma égua para se esconder de sua perseguição, mas ele percebeu suas intenções e se transformou em um cavalo e a estuprou. Mais tarde, ele teve um filho / filho com ela, chamado Arion, que também era um cavalo.

A carruagem de Poseidon era puxada principalmente por cavalos ou cavalos marinhos. Ele também foi pintado com golfinhos e outras criaturas do mar, o que é uma verdadeira representação do que ele realmente era, e que era o deus do mar e dos oceanos.

Poseidon vem de uma família muito conhecida que foi a primeira família a governar a Grécia. Lenda sobre seu pai Cronos e seus irmãos e irmãs é uma das histórias mais horríveis da mitologia grega. Escapar das garras de seu pai era algo que ele devia à sua mãe Rhea, que o escondeu e o resgatou da loucura de seu pai.

Poseidon também pertence a uma das primeiras divindades que governaram o Monte Olimpo. Seu governo sobre o mar e o oceano foi dado a ele depois que os Titãs foram derrotados, e ele dividiu a Terra, o mar e o submundo com seus irmãos Zeus e Hades. Depois disso, seu governo começou e durou até o fim do governo dos deuses do Olimpo. Escritores e historiadores da época não ficaram impressionados com seu governo e muitas vezes o consideraram uma das divindades mais raivosas a governar a Grécia.

O equivalente romano de Poseidon era Netuno e existem outras mitologias também, que usam o personagem de Poseidon como sua figura-guia. Na Roma antiga, sua figura era ainda mais célebre, apenas na forma de Netuno, e ele certamente pertencia a uma das divindades romanas mais importantes. O festival que é realizado todos os anos em homenagem a Poseidon é chamado de Campus Martius e é celebrado em 23 de julhord.

Poseidon governou sobre a água e muitas vezes foi pintado em sua carruagem, mas a deusa Atenas realmente merecia pela invenção de carruagens e navios. Poseidon pode ter sido o governante da água, mas seus poderes foram gastos em vão, já que seu personagem não estava aberto para negociação com humanos. Depois de olhar mais profundamente em sua figura, é seguro dizer que ele não era uma divindade devotada aos humanos e que seu objetivo não era agradá-los.

Conclusão

As divindades gregas foram formadas como uma hierarquia, o que significa que havia ou havia um deus supremo que governava o resto deles, mas também havia divindades para quase todos os segmentos da vida humana. Nos tempos antigos, quando as pessoas não tinham a oportunidade de explicar os eventos que aconteciam ao seu redor, a única solução lógica era que esses eventos foram criados por algum tipo de força superior. Os humanos estavam com medo, mas ao mesmo tempo mostraram uma grande quantidade de amor e apreço pelos deuses que tinham a capacidade de enviar a graça ou a condenação eterna.

Poseidon foi uma das divindades mais horríveis e assustadoras que governaram a Grécia e sua menção em mitos antigos nem sempre foi no contexto positivo. Poseidon era o governante do mar, mas seus títulos também eram o deus da fertilidade, terremotos e cavalos. Muitas histórias estão ligadas à sua figura e algumas delas não são consideradas dignas de elogio.

Assim como muitos outros deuses gregos, Poseidon expressou algumas das características mais negativas que até mesmo os humanos podem produzir. De acordo com a maioria dos mitos, ele era uma das divindades mais temperamentais e sua vontade era difícil de agradar. As pessoas que adoravam Poseidon eram em sua maioria marinheiros que não tinham outra opção a não ser embarcar em viagens de longa distância e orar a Poseidon para que suas vidas fossem poupadas.

Ao contrário de outras religiões e tradições que são comuns hoje, a mitologia grega estava cheia de eventos violentos e até mesmo de matança pelos próprios deuses. Eles eram todos moldados em forma de seres humanos e tinham as mesmas fraquezas dos humanos. A mitologia grega representa uma combinação de várias histórias, mitos e lendas sobre heróis, feras e belas mulheres. Essas histórias estão todas interligadas e conectadas em um magnífico pedaço da história. A mitologia grega pertence a uma das mitologias mais conhecidas em todo o mundo. A razão pela qual se destacou é porque os gregos tinham uma quantidade enorme de histórias, tão escritas que não poderiam ter sido negligenciadas.

A importância de Poseid na mitologia grega é certamente grande, mas ele não era uma divindade que ajudava as pessoas ou tornava suas vidas mais fáceis. Ele era o tipo de deus que não dava nada às pessoas, mesmo que elas merecessem. Inundações constantes, naufrágios eram apenas alguns dos perigos que espreitavam os humanos diariamente. Mesmo que ele não tenha dado misericórdia aos humanos, ele ainda continua a ser uma figura importante na mitologia grega e seu governo foi algo que é uma parte crucial da história grega.